Bolsonaro revela que André Mendonça, pastor evangélico, é o seu favorito para o STF

O presidente Jair Bolsonaro teria revelado, segundo o pastor Silas Malafaia, que o favorito para a próxima vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) seria do atual Advogado-Geral da União e ex-ministro da Justiça, André Mendonça.

“Ele já tinha falado comigo no dia 15 de março, quando estive (no Palácio do Planalto) para propor um jejum e estava com oito líderes. Ontem (segunda-feira, dia 20), ele confirmou, mais uma vez. Isso já é uma verdade e o André é favoritíssimo. Não tem para ninguém”, disse Malafaia.

Além de jurista e servidor público de carreira com formação nacional e no exterior, André Mendonça também é pastor evangélico da Igreja Presbiteriana. Aparentemente, ele se enquadra na promessa de Bolsonaro de nomear uma pessoa “terrivelmente evangélica” para o STF, conforme dito por ele mesmo em julho de 2019, durante uma reunião com a bancada evangélica do Congresso Nacional.

Recentemente, Mendonça ganhou repercussão nacional e o elogio dos aliados de Bolsonaro ao fazer uma defesa histórica da defesa da liberdade de culto durante a pandemia, no STF, questionando os ministros da Corte sobre a fidelidade à Constituição Federal.

“Em momentos de calamidades públicas, o que prevalece é a Constituição ou valem outras regras?”, questionou Mendonça aos ministros. “Podemos suprimir direitos fundamentais independentemente de medida como estado de defesa ou de sítio?”.

“O Estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou, para plagiar minha querida Damares (Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos): nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os Poderes”, declarou o presidente na ocasião.

“Por isso, meu compromisso: poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal; um deles será terrivelmente evangélico”, prometeu Bolsonaro. André Mendonça, por sua vez, afirmou no último domingo que muitos lhe enxergam com alguém “desprezível”, muito embora tenha conquistado feitos inimagináveis para alguém “pequeno”. Leia:

André Mendonça faz pregação em tom de desabafo: “Sou pequeno e desprezado”