André Mendonça faz pregação em tom de desabafo: “Sou pequeno e desprezado”

Ex-ministro da Justiça e atual chefe da Advocacia-Geral da União, o jurista André Mendonça, que também é pastor evangélico da Igreja Presbiteriana, participou de um evento com pastores onde fez uma pregação em tom de desabafo, sugerindo o modo como acredita que muitos lhe enxergam nos bastidores do poder Judiciário.

“Quem é o André para quem não tem a cosmovisão cristã? ‘Sou pequeno e desprezado, mas não esqueço os teus preceitos’. O André diante dos Golias é pequeno e desprezado. Assim foi com Davi, assim foram com os profetas e também com Jesus. Assim é comigo e com você”, disse Mendonça, fazendo referência à passagem do salmo 119:141.

O AGU disse que durante a sua carreira como funcionário público precisou enfrentar muitos desafios, incluindo o descrédito por parte de alguns, os quais não viam nele a capacidade para chegar a cargos importantes.

Citando também Coríntios 1:28, onde o apóstolo Paulo revela que Deus preferiu usar pessoas consideradas “insignificantes” na sociedade para cumprir os seus propósitos, André Mendonça se mostrou confiante de que o mesmo tem acontecido com ele, tendo em vista que conseguiu alcançar um dos postos mais importantes na carreira de um jurista, o de ministro da Defesa, além da AGU.

Lembrando que chegou a ler uma matéria onde a sua capacidade foi questionada, o AGU, que agora está entre os cotados para assumir uma vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal, indicou que a sua visão acerca de si mesmo continua humilde.

“O André na fila do pão era e continua sendo nada, mas eu sirvo a um Deus que é tudo em todo tempo, em todas as coisas, e diante de qualquer pessoa. Eu na fila do pão estou como que catando as migalhas, esperando o que Cristo pode derramar na minha vida”, disse o pastor Mendonça, segundo informações do Gospel Mais.