Psicologia

Psicólogos têm até amanhã para votar contra o aparelhamento dos conselhos

Psicólogos poderão eleger novos gestores para o Sistema Conselho de Psicologia, contrários ao ativismo ideológico

26/08/2019 13h20Atualizado há 3 meses
Por: Will R. Filho

O aparelhamento ideológico na psicologia é uma realidade que se tornou gritante nos últimos anos. Isso aconteceu devido ao envolvimento dos atuais gestores, dos Conselhos de Psicologia, com a militância política. Eles confundem a atuação científica com a de ativistas, prejudicando uma classe profissional inteira que tem perdido cada vez mais espaço no Brasil.

Visando modificar essa realidade, centenas de psicólogos se articularam para criar o Movimento de Psicólogos em Ação (MPA), formando a chapa de número 24, que concorre nas eleições para a nova gestão do Conselho Federal de Psicologia este ano. Os psicólogos têm até amanhã, dia 27, para entrar no site do CFP e votar.

"O #MPA é um movimento que preza pelo Código de Ética da Psicologia, por isso entende que os psicólogos devem cumpri-lo com integridade. Ser apartidário não é ser apolítico, pois o #MPA tem propostas para valorizar a profissão no cenário nacional para TODOS os psicólogos, mas para isso é preciso desaparelhar o sistema com a máxima urgência", diz a descrição do grupo em seu canal no Youtube.

O grupo já denunciou várias situações problemáticas envolvendo a gestão atual, como por exemplo, a viagem do presidente do CFP para a Venezuela, onde se encontrou com o ditador Nicolás Maduro, durante a realização de um evento que, supostamente, trataria de questões de interesse da psicologia, mas que tiveram como pano de fundo, na verdade, articulações de caráter político-ideológico.

O envolvimento do CFP com o Movimento Sem Terra foi outra denúncia feita pelo MPA, entre tantas outras feitas por psicólogos independentes, alguns dos quais que já sofreram perseguição e até processos administrativos em razão das suas opiniões políticas e, pior ainda, científicas.

Diante disso, não resta dúvida de que essa classe profissional está diante de uma grande oportunidade para combater o aparelhamento da psicologia brasileira, usando a legitimidade do voto para eleger pessoas comprometidas com a ciência e não com ideologias políticas. A votação vai até a manhã.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas