Janaína sai em defesa de Constantino após ataques: “A reação está desproporcional”

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) resolveu entrar na polêmica envolvendo o jornalista Rodrigo Constantino, que vem sendo vítima de um linchamento virtual, após o mesmo fazer comentários infelizes sobre o caso do “estupro culposo”.

“Não corroboro a fala de Constantino, acredito que estava em um dia ruim e se expressou de forma infeliz, mas a campanha para que ele seja demitido de TODOS os seus trabalhos nada tem a ver com a manifestação questionada”, afirmou a parlamentar.

Constantino já foi demitido de vários empregos, como da Jovem Pan, da Rede Record e do Correio do Povo. Para Janaína, os ataques ao jornalista não têm a ver, precisamente, com a sua opinião sobre o caso do “estupro culposo”, mas com suas posições políticas.

“A campanha tem a ver com as ideias e pautas que defende”, disse Janaína. “Fosse um esquerdista defendendo que adolescente tem discernimento para frequentar pancadão e transar no bonde (não importa se menina ou menino) estaria sendo defendido por todos os formadores de opinião. Eu não gostei do que ele disse, mas a reação está desproporcional”, completou.

“Tanto, que sua jovem filha precisou vir a público para mostrar que o pai é muito diferente do que transpareceu. Espero que a Gazeta do Povo não caia na armadilha de calar uma voz. É apenas isso que querem”, concluiu a parlamentar. Para entender o caso, leia abaixo:

Vídeo: Constantino chora em desabafo após sofrer ataque de falsos moralistas