[VÍDEO] Daniel manda recado a Moraes, após prisão: “Não adianta tentar me calar”

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), alvo de um mandado de prisão “em flagrante” na última noite (16), por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), gravou um vídeo no momento em que estava sendo preso, onde mandou um recado para o magistrado.

“Ministro, eu quero que você saiba que você está entrando numa quebra de braço que você não pode vencer. Não adianta você tentar me calar. Eu já fui preso mais de 90 vezes na Polícia Militar no estado do Rio de Janeiro. Fiquei em lugares que você nem imagina”, disse Daniel, que além de deputado federal é policial militar, formado em Direito.

“Você nem imagina o que eu já enfrentei ministro. Tu acha que tu vai mandar me prender, passando por cima da minha prerrogativa constitucional, você acha que vai me assustar e me calar? Claro que não!”, completou o parlamentar.

Ainda na gravação feita instantes após agentes da Polícia Federal entrarem em sua residência para cumprir a ordem de prisão, Daniel Silveira também disparou contra outros ministros do Supremo. “Vou colocar cada um de vocês em seus devidos lugares”, disse ele.

Motivo da prisão

A prisão de Daniel Silveira foi ordenada após o deputado publicar um vídeo, também na terça-feira, proferindo ofensas contra os ministros do STF, especialmente contra Edson Fachin. Em face disso, Moraes sentenciou a prisão do parlamentar com base na Lei de Segurança Nacional.

“Ministro [Edson] Fachin começou a chorar, decidiu chorar. Fachin, seu moleque, seu menino mimado, mau caráter, marginal da lei, esse menininho aí, militante da esquerda, lecionava em uma faculdade, sempre militando pelo PT, pelos partidos narcotraficantes, nações narcoditadoras”, diz Silveira na polêmica gravação.

Ainda se referindo a Fachin, Daniel disse que ele “foi aí levado ao cargo de ministro porque um presidente socialista resolveu colocá-lo na Suprema Corte pra que ele proteja o arcabouço do crime do Brasil, que é a Suprema Corte, a nossa Suprema que de suprema nada tem.” Assista:

Deputados cometerão “suicídio político” se livrarem Daniel, dizem ministros do STF