“Com mais de 10 inquéritos no STF, Renan tem moral para querer prender alguém?”

O presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a condução da CPI da Covid nesta quarta-feira (12), considerado o dia mais polêmico e tenso desde o início dos trabalhos no Senado Federal. O depoente de hoje foi o ex-secretário de Comunicações do governo, Fabio Wajngarten.

Wajngarten chegou a ter um pedido de prisão emitido pelo senador Renan Calheiros, relator da CPI, o qual acusou o ex-secretário de ter mentido “deliberadamente” durante o seu depoimento. Como reação, Bolsonaro lembrou que Calheiros possui vários inquéritos abertos contra ele por suspeita de corrupção.

“Com mais de 10 inquéritos no STF, Renan tem moral para querer prender alguém?”, questionou o presidente em suas redes sociais. Seu filho, o senador Flávio Bolsonaro, que também esteve durante o depoimento de Fabio, também reagiu ao relator e lhe chamou de “vagabundo”.

“Vamos tentar colocar vacina nos braços dos brasileiros e não tentar fazer palanque, como o senador Renan Calheiros tenta fazer. A todo momento, querendo aparecer… Imagina um cidadão honesto sendo preso por vagabundo, que é o senador Renan Calheiros?!”, afirmou Flávio Bolsonaro. Veja mais:

Ameaça de Calheiros a Wajngarten escancara o uso político da CPI contra Bolsonaro