Bolsonaro manda recado alarmante ao STF: “Vamos ter um problema sério no Brasil”

O presidente Jair Bolsonaro fez declarações extremamente preocupantes ao se dirigir aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) na manhã de hoje, após decisão da ministra Cármen Lúcia de mandar para o plenário da Corte uma notícia-crime contra ele por suposto crime de “genocídio” contra indígenas.

“Amigos do Supremo Tribunal Federal, daqui a pouco vamos ter uma crise enorme aqui. Eu vi que um ministro baixou um processo para me julgar por genocídio. Ora, quem fechou tudo, quem tá com a política na mão não sou eu”, rebateu Bolsonaro.

A declaração do presidente foi dada para apoiadores, em tom de alerta sobre a iminência de acontecimentos extremos no país em decorrência de decisões de quem está usando muito a “caneta”, uma possível referência às decisões dos ministros do STF.

“Agora, não quero aqui brigar com ninguém. Mas estamos na iminência de ter um problema sério no Brasil. O que que vai nascer disso tudo aí? Parece que é um barril de pólvora que está aí”, disse Bolsonaro. “E tem gente de paletó e gravata que não quer enxergar isso aí”.

“Eu não estou ameaçando ninguém, mas eu estou achando que vamos ter um problema sério no Brasil. Dá tempo de mudar ainda. É só parar de usar menos a caneta e mais o coração”, concluiu o presidente.