Após o ‘tiro no pé’ da CPI em depoimento de Hang, só falta chamar o Malafaia

Os senadores que lideram a CPI da Pandemia devem estar amargando um profundo arrependimento até agora pela convocação do empresário Luciano Hang para depor na comissão. Conforme o previsto por alguns analistas, a decisão foi um verdadeiro “tiro no pé” da oposição, tendo em vista o excelente desempenho do proprietário da Havan.

Como dito no Opinião Crítica anteriormente, Hang chegou a fazer os senadores de “bobos” ao exibir durante a sua fala inicial um vídeo promocional da Havan. Ou seja, ele aproveitou o espaço de grande audiência sobre o seu depoimento, ao vivo e em rede nacional, para fazer propaganda gratuita da sua empresa em plena CPI (risos).

Como se não bastasse a postura firme e respostas precisas, Hang também anunciou ao final do depoimento que vai processar “cada senador” que ele julga ter cometido crime contra a sua honra, devido ao uso político da morte da sua mãe, falecida por complicações do coronavírus esse ano.

Após todo esse revés por parte da CPI, internautas começaram a fazer piadas com os senadores, pedindo que agora seja convocado o pastor Silas Malafaia. O líder religioso é conhecido nacionalmente por ter, assim como ou talvez mais do que Hang, a habilidade de se comunicar e defender de forma contundente as suas opiniões, o que certamente resultaria em mais um dia de fracasso para a comissão.

No entanto, após a experiência da convocação de Luciano Hang, certamente a cúpula da CPI não vai querer arriscar passar por outro vexame convocando figuras de peso nacional, como o pastor Malafaia. A grande verdade é que, quanto mais prolonga os seus trabalhos, mais a “CPI do Circo”, como chamam alguns críticos, perde credibilidade e força política.

Não por acaso, na manhã desta quinta-feira (30) o presidente Jair Bolsonaro publicou uma foto ao lado de Luciano Hang, com ambos dando gargalhadas. Uma clara demonstração de deboche e desprezo para com os senadores oposicionistas da comissão. Veja abaixo: