Comunismo

[Vídeo] Manifestantes são espancados por agentes comunistas na China

"Se nós não temos um futuro, porque vamos à escola?", questiona estudante chinês

02/09/2019 09h28
Por: Opinião Crítica
Homens, mulheres e crianças foram brutalmente atacados pelos agentes controlados pelo Partido Comunista da China.
Homens, mulheres e crianças foram brutalmente atacados pelos agentes controlados pelo Partido Comunista da China.

Um vídeo que circula na mídia internacional mostra o momento em que agentes da polícia chinesa, controlada pelo Partido Comunista do país, espancam dezenas de manifestantes pró-democracia, incluindo mulheres e até crianças. Os policiais usaram cacetetes e spray de pimenta para atacar a população.

Nesta segunda-feira (2) grupos de estudantes realizaram uma passeata no centro de Hong Kong hoje, após cerca de 20 líderes do movimento serem presos no último final de semana. Eles querem que os participantes não compareçam às aulas nas primeiras duas semanas do ano letivo para demonstrar sua oposição.

Um dos estudantes participando da manifestação perguntou "se nós não temos um futuro, porque vamos à escola?". Hong Kong tem sido abalada por protestos pró-democracia por quase três meses. No domingo, manifestantes ocuparam um terminal de ônibus no aeroporto internacional, em um esforço para obter atenção mundial para sua causa.

Manifestantes ocuparam vias conectando o aeroporto à cidade, e jogaram obstáculos nos trilhos dos trens para interromper o serviço ferroviário. Trabalhadores de uma ampla variedade de setores também estão planejando outra greve geral para os próximos dias.

Autoridades de Hong Kong têm tido dificuldades para controlar os protestos, que começaram com marchas contra um controverso projeto de lei de extradição, e cresceram desde então passando a incluir pedidos de reformas democráticas. Com informações: EBC. Assista o vídeo abaixo:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas