Previdência

A Reforma da Previdência e a Gritaria da Seita Petista

O petismo quer atrasar o país e agravar ainda mais a situação dos brasileiros

Política e Sociedade

Política e SociedadeAnálises sobre o cenário da política e assuntos de interesse público. Por: Heuring Motta - Teólogo e professor, especializado em Hermenêutica, Ciências Políticas e Logoterapia pela Universidade Católica de Salvador. É também colunista do Instituto John Owen. Casado e pai de uma filha.

10/07/2019 08h34Atualizado há 2 meses
Por: Heuring Motta
Folha Política
Folha Política
Eu começo citando uma frase José Ortega Y Gasset que diz: ''Viver é ter de lidar com algo - com o mundo e consigo mesmo''. Nós brasileiros teremos a árdua missão de lidar com a esquerda brasileira, financiar com nossos impostos, dar explicações ao mundo e refletir em si mesmo esta tão pesada missão.
Todo brasileiro de bem deseja que sua nação prospere em todas as instâncias. Que as Instituições funcionem e garantam segurança e estabilidade no país. Deseja boa educação, saúde e segurança. Longe das ideologias, estes desejos não são egoístas, mas altruístas.
O pensamento de esquerda faz aquilo que convém a substância ideológica. A ideologia tenta se materializar através de uma utopia de que repartindo tudo, que transformando o Estado para condição de Estado paternalista, está cuidando do seu povo como um grande chefe de família. Assim o Estado se agiganta e passa a fazer de acordo com seus desejos e não com os anseios do povo. E como o PT fez isto ao longo de 14 anos de governo?
Fome Zero é um bom exemplo de fracasso utópico, o primeiro programa socialista que jamais decolou! O tema do programa em si já era uma piada, pois é impossível zerar a fome de uma nação com milhares de miseráveis, uma nação que precisava de uma reforma da previdência e que nunca a realizou.
Diante do fiasco qual foi a alternativa do governo petista? Ampliação da Bolsa família foi o primeiro passo, por quê? Porque o socialismo é um vampiro que se dissolve no primeiro raiar da realidade. Lula governou por 8 anos e criou uma miragem de que estava tudo bem na economia, mas sua sucessora Dilma Rousseff revelou a face da terrível realidade que se encontrava o Brasil: um Estado cleptocrático de direito!
Ontem assisti as inúmeras tentativas de obstrução que a esquerda fez para atrasar ainda mais o país na realização da reforma da Previdência, reforma que um dia teve apoio de Lula e Dilma. A esquerda pensa nela, jamais no povo; pensa em controle, jamais na democracia; pensa em dividir o país, jamais na união do seu povo; pensa a curto prazo, jamais a longo prazo; pensa em calar o contraditório, jamais em respeitar a opinião divergente.
Por isso a gritaria, a histeria e o desespero de quem sabe que vai acabar na vala da história. A seita petista agora se resume em libertar o seu messias, e se auto convence da pureza do seu ''santo salvador'' dos pobres. Mas ela ignora que ao longo dos seus 14 anos de poder no governo criou 14 milhões de desempregados, produziu caos na saúde, educação e segurança.
E nós brasileiros que desejamos uma nação mais justa, próspera? Desejamos que a Reforma da Previdência seja aprovada pelo bem do futuro da nação.Temos que lidar com esta nova realidade, temos que responder ao mundo, temos que pensar em si como bons cidadãos. Cidadãos de braços fortes da pátria amada Brasil!
Por Heuring Felix Motta - Teólogo, Logoeducador e Professor.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas