Ofurô para bebês

Maternidade usa ofurô para relaxar e melhorar o desenvolvimento dos bebês

A prática vem sendo aplicada há algum tempo e é aprovada por mães e pela reação dos bebês.

28/06/2019 21h11Atualizado há 3 semanas
Por: Opinião Crítica
Fonte: Portal Tocantins
A prática vem sendo aplicada há algum tempo e é aprovada por mães e pela reação dos bebês.
A prática vem sendo aplicada há algum tempo e é aprovada por mães e pela reação dos bebês.

Ganho de peso, melhora no desenvolvimento cognitivo, melhora na amamentação, qualidade do sono e restabelecimento do organismo. Estes são alguns dos benefícios do banho de ofurô, em recém-nascidos, notados pela equipe multiprofissional do Método Canguru – Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso, do Hospital e Maternidade Dona Regina Siqueira Campos, no Tocantins.

A prática vem sendo aplicada há algum tempo e é aprovada por mães e pela reação dos bebês.

Uma vez que os bebês do Método Canguru já estão estáveis, eles são colocados em baldes higienizados com água. “Usamos sempre um pano para envolver eles, assim ficam mais seguros, é como se fosse a placenta e isso os deixam mais confortáveis e em posição fetal”, explica a enfermeira obstetrícia e tutora do método, Sueli Costa.

A também enfermeira e coordenadora do Método Canguru no Tocantins, Vera Lúcia Lopes da Silva, afirmou que “o ideal é que nesta idade o ritual seja feito com supervisão de um profissional, uma vez que os bebês ainda são muito sensíveis e o tempo em que ficam na água, a temperatura e a forma como são colocados devem ser feitos com muito cuidado, para que haja apenas benefícios”, enfatizou.

Moradora de Pium, internada há dois meses acompanhando a pequena Malu, Jecilene da Silva Araújo disse gostar muito do momento do banho de ofurô. “É um momento especial, a Malu fica a maior parte tempo do banho dormindo e depois disso ela fica mais relaxada”, afirma.

Quem também aprovou foi a balconista Jakeline Corredeira Ribeiro, moradora de Miracema, foi a primeira vez que seu filho, Jaime Neto participou do banho. “Achei lindo ele todo quietinho na água e espero que hoje a noite tenha um sono melhor”, disse.

A expectativa de Jakeline é alimentada pelas palavras de Vera Lúcia. “Muitos bebês tem dificuldades para dormir quando saem da Unidade de Terapia Intensiva, por causa do barulho dos aparelhos e a rotina do ambiente lá, então este tipo de ritual que fazemos aqui é extremamente relaxante e sem dúvida ajuda eles a superarem esta dificuldade”, concluiu.

Método Canguru

De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS), no Brasil, aproximadamente 10% dos bebês nascem antes do tempo (antes de completar 37 semanas de gestação). Neste contexto, o Método Canguru, criado pelo MS em 2012, é uma estratégia que busca evitar a mortalidade desses bebês.

O Método traz uma abordagem humanizada e segura, o contato pele a pele (posição canguru) precoce entre a mãe/pai e o bebê, de forma gradual e progressiva, favorece o vínculo afetivo, estabilidade térmica, estímulo à amamentação e o desenvolvimento do bebê.

Assista o vídeo abaixo:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas