Muito evidente

Moro escancara jogo político ao aceitar falar sobre impeachment de Bolsonaro na OAB

Moro indica que já está, de fato, jogando politicamente contra o presidente Jair Bolsonaro.

09/05/2020 08h03Atualizado há 3 semanas
Por: Will R. Filho
Reprodução: Google
Reprodução: Google

Uma das principais críticas contra o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, sobre a sua decisão de renunciar ao cargo no governo Bolsonaro, fazendo graves acusações contra o presidente, é a suspeita de que ele teria se deixado tomar por ambições políticas.

Essa suspeita agora é reforçada com a notícia de que Sérgio Moro aceitou um pedido feito pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para que o mesmo dê mais informações sobre a sua decisão, a fim de que à autarquia possa decidir se apresenta ou não um pedido de impeachment contra Bolsonaro.

O pedido de esclarecimentos foi feito pela Comissão de Estudos Constitucionais da OAB. A mesma solicitação foi feita ao presidente Jair Bolsonaro, todavia, como se trata de algo não oficial, tanto Bolsonaro como Moro poderiam negar o recurso, mas não foi isso o que aconteceu.

Moro aceitou falar com a OAB, o que indica uma motivação do ex-ministro que parece ir além da questão judicial, visto que às suas denúncias já estão sendo apuradas pelo Supremo Tribunal Federal, através da Polícia Federal, tanto que o ex-juiz já prestou depoimento no último sábado (02) para apresentar suas explicações.

Ao aceitar a convocação da OAB para dar maiores esclarecimentos, estando Moro ciente de que o objetivo da Comissão de Estudos Constitucionais é avaliar a possibilidade do pedido de impeachment, Moro indica que já estaria, de fato, jogando politicamente contra o presidente Jair Bolsonaro.

O ofício encaminhado pela OAB a Sérgio Moro pode ser conferido aqui, e a resposta do ex-ministro confirmando que irá colaborar com a entidade está na imagem abaixo:

–