Internacional

Avanço comercial - Após os EUA, Reino Unido apoia a entrada do Brasil na OCDE

"Esse é um processo internacional de grande importância”, declarou o embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan

20/06/2019 12h45
Por: Will R. Filho
"Esse é um processo internacional de grande importância”, declarou o embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan

A viagem do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, aos Estados Unidos no começo do ano, pode resultar em um bom desdobramento econômico para a política externa do país. Isso porque, após os Estados Unidos apoiarem a entrada do Brasil no seleto grupo de países membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Reino Unido também manifestou seu apoio.

“O Reino Unido apoia veementemente a entrada do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Especialmente neste momento, em que as instituições multilaterais são cada vez mais questionadas, esse é um processo internacional de grande importância”.

A afirmação é do embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan, para quem “tem sido fantástico trabalhar com o governo brasileiro ajudando na implementação do acesso à OCDE", declarou ele, segundo informações da Agência Brasil.

"Esta é uma das mudanças mais profundas no momento para ambos, OCDE e Brasil. Essas reformas nem sempre são fáceis, mas esse comprometimento tem causado claro progresso. E nosso interesse de trabalhar cada vez mais com o Brasil é constante”, completou Rangarajan.

A posição do Reino Unido reforça a entrada do Brasil na OCDE, o que é bom para a diplomacia e mercado brasileiros. Se concretizada a decisão, cogitada a partir do diálogo Bolsonaro-Trump, esta será uma conquista que certamente fortalecerá a política externa do atual governo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas