Absurdo

Bebê de casal vegano morre por desnutrição após ser privado de alimento pelos pais

Os pais veganos privaram o filho de alimento e ele não resistiu por falta de nutrição adequada

20/11/2019 11h37
Por: Opinião Crítica
Fonte: CM Jornal / Comentário: Will R. Filho
O casal vegano privou o próprio filho de 18 meses de alimentação adequada. Reprodução: Google
O casal vegano privou o próprio filho de 18 meses de alimentação adequada. Reprodução: Google

O filho bebê de um casal vegano [que não se alimenta de nenhum alimento de origem animal] morreu desnutrido por falta de alimentação adequada e os pais estão sendo agora acusados de homicídio por negligência na Florida, Estados Unidos.

Segundo o The Mirror, o bebê de 18 meses pesava menos de 8 quilos quando morreu, em 27 de setembro. Sheila, de 35 anos, disse à polícia que o menino tinha nascido em casa e que nunca tinha ido ao médico. A sua dieta era à base de fruta crua e vegetais, incluindo mangas, bananas e abacate.

Uma semana antes de morrer, o bebê deixou de comer. A mãe afirmou que pensava que era devido ao nascimento dos primeiros dentes e porque ainda o amamentava. No entanto, provavelmente a criança já estava debilitada pela falta de nutrientes para o seu desenvolvimento.

No dia da morte da criança, a mãe do menino revelou que viu o filho tendo dificuldade de respirar enquanto amamentava, por volta das 4 da manhã. Horas mais tarde, Sheila reparou que o bebê não respirava e que estava frio.

A mulher ligou para o 112 enquanto o marido, Ryan, tentava reanimar o filho. A morte foi declarada no local.

A causa de morte do bebê foi por complicações relacionadas com a desnutrição, incluindo desidratação, problemas de fígado e inchaço nas mãos, pernas e pés. O casal foi acusado de homicídio por negligência infantil. (CM)

Comentário:

Este caso lamentável é apenas uma das muitas provas de como algumas ideologias humanas são contraditórias por si mesmas. Não há base lógica na filosofia vegana, visto que o ser humano faz parte da cadeia-alimentar como qualquer outra espécie da natureza, tendo o privilégio de estar no topo dela.

Impor sobre uma criança de 18 meses tal filosofia é contrariar a própria ideia de respeito aos animais, visto que, supostamente, o ser humano também é um animal. Assim, o bebê deixou de optar por vontade própria como reagir diante da ideologia dos pais, uma vez que ele não teve a chance de expressar o seu pensamento sobre isso.

Revelando total desconhecimento sobre os fundamentos biológicos da nutrição humana, os pais resolveram privar o próprio filho na fase mais vital de desenvolvimento, onde necessita de todos os nutrientes disponíveis na natureza para si, a fim de fazer a experiência de criá-lo no veganismo desde o berço. A consequência não poderia ser outra!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas