“A cura não pode ser pior do que o problema em si”, diz Trump sobre o coronavírus

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um pronunciamento na última segunda-feira indicando que o seu governo irá defender a reabertura do comércio nas próximas semanas, após um período inicial de isolamento em decorrência do surto do novo coronavírus no país.

Na noite de domingo, Trump tuitou: “Não podemos deixar a cura ser pior do que o próprio problema”, acrescentando que, ao final do período de 15 dias, “tomaremos uma decisão sobre qual caminho queremos seguir.”

Críticas ao isolamento social têm aumentado nos últimos dias. Muitos afirmam que os governos estão tomando medidas exageradas por causa do pânico provocado, supostamente, pela grande mídia. Larry Kudlow, o principal conselheiro econômico de Trump, também declarou:

“O presidente está certo. A cura não pode ser pior do que a doença. Teremos que fazer algumas escolhas difíceis”. Aqui no Brasil, entre os principais adeptos dessa visão, além do próprio presidente, estão os seus filhos. Em sua rede social, Eduardo Bolsonaro comentou a declaração de Donald Trump:

[O presidente] dos Estados Unidos @realDonaldTrump anuncia que em breve EUA estará aberto para negócios, mais cedo do que 3 ou 4 meses como alguns estavam sugerindo”, disse ele. Confira o vídeo abaixo: