Ministro: “As universidades estão doentes (…), a PM tem que entrar nos campus”

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, esteve nesta quarta-feira (11) na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, onde explicou uma declaração feita por ele nas redes sociais de que há plantações de drogas em algumas universidades do país.

O ministro voltou a afirmar que há plantações de maconha dentro das universidades federais, destacando que para combater o abuso e até o tráfico de droga dentro dessas instituições a Polícia Militar precisa ter a liberdade de poder atuar nos campus.

“As universidades estão doentes e pedindo nosso socorro. Eu sou 100% a favor da autonomia universitária de pesquisa e ensino. Pode ensinar e pesquisar o que você quiser. Agora roubo, estupro e consumo de drogas ilícitas não pode ter, e a Política Militar tem que entrar nos campus”, disse ele.

Questionado sobre a presença de droga nas universidades, Weintraub apresentou vídeos e imagens colhidas em matérias jornalísticas, uma delas de 2007 que mostrava a prisão de três pessoas suspeitas de cultivar maconha dentro da Universidade de Brasília.

“Esse é um material que eu encontrei na internet. É um trabalho que eu fiz. Eu à noite selecionei esses vídeos para mostrar para os senhores a gravidade da situação”, frisou o ministro. “O problema não é a plantação em si, é o que ela reflete. As plantações são reflexo do consumo exagerado e fora de controle de drogas nas faculdades”.