“Porta escancarada para a pedofilia”, diz Eduardo Bolsonaro sobre filme na Netflix

O deputado federal Eduardo Bolsonaro usou suas redes sociais para alertar a sociedade sobre o filme “Lindinhas”, também chamado “Cuties”, disponível na plataforma paga Netflix, o qual segundo ele é uma “porta escancarada para a pedofilia”.

O filme vem causando enorme repercussão, após meninas entre 11 e 12 anos aparecerem dançando de forma extremamente erótica, simulando posições sexuais facilmente identificadas por qualquer pessoa adulta de vida sexual ativa.

A roteirista de Cuties, Maïmouna Doucouré, disse aos repórteres recentemente que o filme seria uma critica à maneira como a cultura moderna hiper-sexualiza meninas. O problema é que o próprio filme acaba fazendo justamente o que Doucouré diz querer combater.

Um pequeno vídeo-clipe do filme que viralizou nas redes sociais não deixa dúvida quanto à exploração erótica das atrizes crianças através da dança, o que causou repulsa em muitos telespectadores, especialmente nos Estados Unidos, onde a produção já está disponível.

“Netflix incentiva erotização precoce ao exibir filme com crianças de 11 anos dançando de maneira sensual. Meu repúdio a essa porta escancarada para a pedofilia!”, escreveu Eduardo Bolsonaro. Veja abaixo o vídeo e tire suas conclusões: