Leão Lobo lembra que foi estuprado por 5 homens na adolescência: “Fiquei muito mal”

O apresentador especializado no mundo das celebridades, Leão Lobo, concedeu uma entrevista onde contou detalhes sobre a sua vida pessoal, incluindo um episódio de estupro coletivo que sofreu quando tinha apenas 16 anos.

A recordação ocorreu durante uma entrevista ao programa ‘Luciana By Night’, da RedeTV! Na ocasião, Lobo falou também sobre o seu afastamento e posterior demissão do SBT, durante a pandemia do novo coronavírus este ano, dizendo que está “inquieto” por não poder voltar ao trabalho por ser do grupo de risco do Covid-19.

No contexto, Leão Lobo recordou que foi a primeira pessoa a se assumir homossexual na TV brasileira, em 1984, o que segundo ele motivou episódios de agressão por conta da sua condição sexual. Ao relembrar do estupro coletivo, ele disse:

“Estava em Mongaguá, em São Paulo, vi um rapaz deitado a areia e o achei muito bonito. Fui e voltei, até que ele levantou e me chamou para ir a um lugar com ele. Me levou para uma casa e quando cheguei lá tinham mais quatro rapazes. Eles trancaram a porta com um prego e é mais fácil eu te dizer o que não chegou a acontecer ali, de tanta coisa que aconteceu”, contou ele.

Segundo o apresentador, no momento ele também sofreu agressões físicas e não apenas sexuais. “Achei que eu fosse morrer”, contou. O trauma foi tão intenso que a sua mente “apagou” o episódio, voltando a recordar do acontecido apenas durante sessões de terapia.

“Foi tudo tão violento a ponto de eu esquecer. Só consegui lembrar disso de novo na terapia, anos depois, e chorei muito. Fiquei muito mal porque foi bem forte”, afirmou. Assista:

Mulher se arrepende da ‘mudança de sexo’ e processa a clínica: “Fui uma cobaia”