Maria do Rosário tenta colocar a culpa do caos em Manaus na conta de Bolsonaro

Como era de se esperar, a extrema-esquerda já está tentando colocar a culpa do caos na Saúde de Manaus, no Amazonas, na conta do presidente da República, Jair Bolsonaro. Uma das representantes dessa ala ideológica que já se manifestou nesse sentido foi a deputada Maria do Rosário (PT-RS).

Em sua conta no Twitter, Rosário pediu o impeachment do presidente. “‘Quando acabou o oxigênio, todos os pacientes nas macas, foram agonizando’. Frase de familiar em hospital Manaus. Até quando o Bolsonaro ficará no poder? Quantos + vão morrer? Impeachment JÁ!”, escreveu a parlamentar.

Ora, parece que a deputada não tem boa memória ou finge que não sabe das várias denúncias de corrupção envolvendo à administração pública de Manaus. Na imagem abaixo é possível verificar algumas das manchetes:

Denúncias de corrupção na Saúde de Manaus.
Manchetes ilustram denúncias de corrupção na Saúde de Manaus. Reprodução: Google

Qual é a responsabilidade do presidente da República nesse quesito? Ou será que de uma hora para outra o Amazonas e Manaus deixaram de ter governador e prefeito, responsáveis, também, como determinou o Supremo Tribunal Federal (STF), pelas decisões de combate à pandemia?

Ao que tudo indica, a oposição mais uma vez fará de tudo para colocar na conta do presidente da República a responsabilidade pelo caos em Manaus. Será que os amazonenses vão cair nessa? Difícil acreditar.