Brasileiro, fundador de rede social livre de censura diz que está sendo sabotado

O criador da rede social Conservative Core afirmou na manhã desta quarta-feira (07) que estaria sendo alvo de chantagem por parte de concorrentes, os quais estariam querendo o monopólio das redes sociais de viés conservador e de direita.

“Pessoal, vou ser claro para depois não restar duvida, ccore está funcionado há 1 ano, é melhor que os concorrentes e foi cancelado pelos brasileiros todo esse tempo. Ccore foi o unico que não foi hackeado, não expôs dados, não caiu nem deixou ngm na mão”, disse  Caio Giovanetti, criador da rede.

“Desde julho do ano passado to sendo sabotado até parece que vcs n percebem que nada aparece de novo na direita”, disse ele, revelando o que seria o print de uma conversa com perfis que estariam tentando “comprar” a política da empresa, como é possível ver abaixo:

Criador do Conservative Core diz estar sendo chantageado.
Criador do Conservative Core diz estar sendo sabotado. Reprodução: Twitter

“Tem gente com muita grana comprando muita gente, só n conseguiu me comprar afinal de contas, comprar quem faz robo que faz dinheiro é complicado kk mas eu n vou ficar lutando essa luta sozinha. fiz minha parte esse ultimo ano. caso n tenha apoio vou mudar a estrategia [sic]”, completou Caio. Veja abaixo: