“Devo tomar providência. Estou aguardando o povo dar uma sinalização”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro parece ter acordado nesta quarta-feira (14) disposto a enviar recados aos opositores, incluindo ministros do Supremo Tribunal Federal, chegando a dizer que está prestes a “tomar providência” ao se referir às críticas sobre decretos abusivos de governadores e prefeitos endossados pelo Judiciário.

“Vai ter escassez. O que é comum quando tem escassez? O preço sobe, inflação. Vão culpar quem? O Brasil está no limite”, afirmou o presidente, dizendo em seguida que estaria dependendo do “povo” para poder reagir diante da situação.

“Pessoal fala que eu devo tomar providência. Estou aguardando o povo dar uma sinalização. Porque a fome, a miséria, o desemprego, está aí (sic). Só não vê quem não quer. Ou quem não está na rua”, completou.

Na ocasião, Bolsonaro chegou a se dirigir especificamente aos ministros do STF. “Amigos do Supremo Tribunal Federal, daqui a pouco vamos ter uma crise enorme aqui”, disse ele. “Agora, não quero aqui brigar com ninguém. Mas estamos na iminência de ter um problema sério no Brasil.” Veja:

Bolsonaro manda recado alarmante ao STF: “Vamos ter um problema sério no Brasil”