“A mãe do meu pai foi empregada doméstica”, diz Guedes ao relembrar fala polêmica

Paulo Guedes esteve em um evento onde foi anunciada uma nova modalidade de crédito imobiliário pelo presidente da Caixa Econômica nesta quinta-feira (20). Se trata de uma linha de crédito habitacional com taxa fixa e juros de 8% a 9,75% ao ano.

Ao comentar a inovação do lançamento de crédito, o ministro aproveitou para comentar uma polêmica criada pela mídia acerca de uma declaração sua sobre empregadas domésticas, quando Guedes utilizou como exemplo essas trabalhadoras para criticar o dólar muito baixo. (Entenda aqui).

“Quando fazemos política econômica estamos pensando em todos os brasileiros e particularmente nos mais humildes. O modelo antigo, com juros lá em cima, transformava os empresários, os empreendedores brasileiros, em rentistas, em vez de fazerem investimentos e criarem empregos”, disse o ministro ao falar da nova modalidade de crédito.

“E justamente as famílias mais humildes, empregadas domésticas inclusive, a quem eu peço desculpa se puder ter ofendido, dizendo que a mãe do meu pai foi empregada doméstica. Qual o problema de fazer uma referência como essa, mostrando que os preços estão empurrando a população em direções equivocadas?”, completou, segundo a EBC.

Quando se referiu a o dólar muito baixo, Guedes explicou que não é bom para o Brasil, uma vez que estimula mais o turismo externo do que interno. Ele voltou a falar sobre o assunto:

“Um Brasil cheio de belezas naturais e as pessoas pensando em não viajar para o Nordeste, por exemplo, porque estava 50% mais caro ir para o Nordeste brasileiro do que ir para o exterior”.