Parler anuncia retorno e manda recado: “Não vamos deixar o discurso civil perecer!”

Ao que tudo indica, a rede social Parler irá retornar. Após rumores de que a empresa nunca mais poderia voltar ao ar, o CEO e cofundador da plataforma, John Matze, publicou uma nota no endereço oficial da mídia dizendo que não irá deixar o “discurso civil perecer”

“Agora parece ser o momento certo para lembrar a todos vocês – amantes e odiadores – por que começamos esta plataforma”, diz o início da nota, explicando que o boicote das gigantes de mídia sofrido pelo Parler é uma prova da necessidade de empresas que defendem a liberdade de expressão.

“Acreditamos que a privacidade é fundamental e a liberdade de expressão essencial, especialmente nas redes sociais. Nosso objetivo sempre foi fornecer uma praça pública apartidária onde os indivíduos possam desfrutar e exercer seus direitos a ambos”, diz o texto.

“Resolveremos qualquer desafio diante de nós e planejamos recebê-los de volta em breve. Não vamos deixar o discurso civil perecer!”, conclui a nota publicada no endereço oficial da rede social, já disponível online. Veja também:

URGENTE: Glenn defende o Parler e diz que gigantes querem “silenciar concorrentes”