Bolsonaro sobre vacina contra o Covid: “100 milhões de unidades chegarão para nós”

O presidente Jair Bolsonaro comentou em sua última live semanal pelo Facebook a compra feita pelo governo brasileiro de 100 milhões de unidades da vacina contra o novo coronavírus.

O produto está sendo produzido pela Universidade de Oxford e já se encontra em sua última fase de produção. A expectativa é que o Brasil receba o seu primeiro lote do medicamento, cerca de 15 milhões de unidades, em dezembro desse ano.

“Se fala muito sobre a vacina da Covid-19. Nós entramos naquele consórcio de Oxford, e pelo que tudo indica vai dar certo e 100 milhões de unidades chegarão para nós”, afirmou o presidente.

Na ocasião, Bolsonaro também brincou, sugerindo que a vacina não viria de outro país, provavelmente a China. “Não é daquele outro país, não. Tá ok, pessoal?”.

O anúncio da compra das vacinas foi feito na terça-feira (28) pelo secretário de vigilância em saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros.

“Fechamos acordo para o envio de 100 milhões de doses da vacina em três lotes. O número se baseia na campanha de vacinação contra a influenza no Brasil. O primeiro lote deve chegar na primeira quinzena de dezembro, com 15,2 milhões de doses, e o segundo terá o mesmo número de aplicações e chega entre dezembro em janeiro”, afirmou Medeiros.