Bolsonaro sobre vacina chinesa: “O povo brasileiro não será cobaia de ninguém”

O presidente Jair Bolsonaro acaba de se pronunciar de forma contundente em sua rede social contra qualquer decisão favorável para a compra da CoronaVac, mais conhecida como “vacina chinesa”, defendida pelo governador de São Paulo, João Doria.

Bolsonaro chamou “a vacina chinesa de João Dória”, dizendo que “para o meu Governo, qualquer vacina, antes de ser disponibilizada à população, deverá ser COMPROVADA CIENTIFICAMENTE PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE e CERTIFICADA PELA ANVISA”.

“O povo brasileiro NÃO SERÁ COBAIA DE NINGUÉM. Não se justifica um bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou sua fase de testagem. Diante do exposto, minha decisão é a de não adquirir a referida vacina”, afirmou o presidente.

Mais cedo, Bolsonaro também insinuou que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, teria traído o seu governo ao anunciar que já teria feito um acordo para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac.