Augusto Nunes chama Atila Iamarino de “porta-voz de necrotério” e “biólogo doidão”

O jornalista Augusto Nunes não poupou críticas ao biólogo-ativista e youtuber Atila Iamarino, após o mesmo fazer algumas publicações prevendo que a pandemia do novo coronavírus no Brasil será ainda pior em 2021.

“Átila Iamarino, porta-voz de necrotério, comunicou à praça a chegada da segunda onda da pandemia, ‘que será ainda mais devastadora’. Se vem aí a segunda, o biólogo doidão está convidado a revelar quando foi que a primeira onda acabou”, afirmou o jornalista em sua rede social.

A publicação é uma ironia, visto que para haver uma 2ª onda do coronavírus é preciso concluir, logicamente, que a 1ª acabou, não havendo mais casos suficientes para se caracterizar uma pandemia em curso, o que não é o caso.

Em uma publicação feita em 11 de novembro, Atila afirmou: “A maré da nossa onda já tá subindo. Não temos rastreio, não aumentamos capacidade de teste, não temos plano de combate à COVID… 2021 vai ser pior que 2020”.

Já em outra publicação, feita mais recentemente, o ativista desdenhou da competência médica em receitar vermífugos como a ivermectina e anitta para o tratamento preventivo e precoce contra o coronavírus, alegando que o único tratamento disponível é o isolamento social e máscaras.

Tratamento precoce pra COVID-19 são máscaras e distanciamento social. Ótimo pra não pegar o vírus e ter uma doença mais leve se pegar. O melhor vermífugo no tratamento contra COVID até aqui parece ser o voto”, declarou Atila. Confira também:

“2021 vai ser pior que 2020”, diz Atila Iamarino ao fazer previsão da pandemia