Witzel compara Bolsonaro a ditadores e critica Paulo Guedes: “Direção equivocada”

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, voltou a disparar crítica contra o presidente Jair Bolsonaro, dessa vez envolvendo até o ministro da Economia, Paulo Guedes, durante um café da manhã com a imprensa convocado para apresentar um balanço do primeiro ano de gestão à frente do Palácio Guanabara.

Witzel comparou o presidente brasileiro a vários ditadores quando foi questionado sobre as opiniões de Bolsonaro. “Típico de (Alberto) Fujimori, (Recep Tayyip) Erdogan, o outro maluco lá da Venezuela…(Hugo) Chávez”, disse ele.

Para Witzel, Bolsonaro possui “um vocabulário de quem não respeita a diversidade de opiniões”, citando o livro Como as Democracias Morrem para ilustrar a sua opinião. Contudo, o governador do Rio não apresentou qualquer exemplo concreto de como isso é visível na fala do presidente.

Witzel também falou que o trabalho feito na Economia pelo ministro Paulo Guedes está na “direção equivocada”, segundo o Jornal de Brasília, mostrando ignorar os números positivos que apontam o avanço econômico do país, inclusive na geração de empregos.

O governador do Rio já foi bastante criticado pelo presidente por se posicionar com a intenção de se candidatar à presidência da República em 2022, e por isso fazendo críticas ao governo. Muitos enxergam como uma atitude precipitada de Witzel, a qual pode lhe custar o apoio dos próprios eleitores.