Witzel ataca o presidente: “Democracia não é o que presidente Bolsonaro pratica”

O presidente Jair Bolsonaro esteve hoje em uma manifestação, em Brasília, em comemoração ao Dia do Exército. Na ocasião, o chefe do Executivo defendeu o poder popular e criticou a “velha política”.

Pelo fato de alguns manifestantes pedirem a intervenção miliar no país, adversários do presidente lhe acusaram de incitar esse tipo de ato, entre eles o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

A declaração do presidente, assim como a presença em um ato de aglomeração, foi criticada por adversários políticos, como o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que usou sua conta no Twitter para disparar contra o presidente.

Se dirigindo aos manifestantes, Bolsonaro disse que “acabou, acabou a época da patifaria. É agora o povo no poder (…), mais do que o direito, vocês têm obrigação de lutar pelo país de vocês. Contem com seu presidente para fazer tudo aquilo que for necessário para que nós possamos manter a nossa democracia”.

Witzel, por sua vez, disse que “democracia não é o que presidente Bolsonaro pratica: mandar o povo brasileiro para as ruas, correndo riscos de se contaminar, de tornar o nosso Brasil um país doente, em meio a uma grave crise de saúde mundial“.