Em visita surpresa ao STF, Bolsonaro alfineta ministros: “Cheguei aqui pelo voto”

O presidente Jair Bolsonaro fez uma visita surpresa aos ministros do Supremo Tribunal Federal, na quarta-feira, durante a cerimônia de despedida do ministro Dias Toffoli da presidência da Corte.

O aparecimento de Bolsonaro parece ter pego os ministros de surpresa, mas isso não impediu que a cordialidade entre os representantes do Executivo e do Judiciário prevalecesse, de modo que o presidente foi convidado por Toffoli a se sentar em uma das cadeiras da casa, ao seu lado.

Em dado momento, quando lhe foi oferecida a fala, Bolsonaro fez um breve discurso em homenagem à saída de Toffoli, mas que soou muito mais como uma indireta para alguns dos ministros, como Luís Roberto Barroso e Edson Fachin, os quais fizeram comentários de natureza política recentemente, criticando inclusive o próprio presidente, insinuando haver no Brasil um governo autoritário favorável à ditadura.

“Cheguei aqui pelo voto e os senhores chegaram por indicação do presidente”, afirmou Bolsonaro, aliviando o tom na sequência: “Peço a Deus que, quando houver a oportunidade, de indicar alguém que possa cooperar com essa Casa, com suas responsabilidades. Porque aqui, muitas vezes, e não só no Executivo e no Legislativo, está em jogo a felicidade de um povo e o destino de uma nação”.

Assista o momento abaixo: