“Vamos adiar todo e qualquer evento coletivo”, pede Janaína por causa do coronavírus

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) concedeu uma entrevista na manhã de hoje para a rádio Jovem Pan, onde comentou o aumento dos casos do novo coronavírus no Brasil. Para ela, não é o momento da população realizar manifestações, por exemplo, como a que está marcada para o próximo dia 15.

“Vamos agir com responsabilidade. O que não for estritamente necessário, seja no âmbito público, seja no privado, pode e deve ser adiado: solenidades, cerimônias, reuniões, confraternizações. Precisamos conter a propagação do coronavírus, ou, pelo menos, não favorecer o contágio, que já ocorre de modo muito fácil”, disse ela.

Janaína explicou que a precaução não se deve à preocupação com o nível de letalidade do coronavírus, mas sim com a capacidade do sistema de saúde do país de acolher um número possivelmente muito grande de infectados ao mesmo tempo.

“Tenho ouvido pessoas dizerem: ‘é apenas uma gripe, que só mata quem já tem saúde debilitada’. O ponto é outro! Como o contágio é fácil e um número significativo de pessoas (sobretudo as mais idosas) precisará de internação, o sistema de saúde (público e privado) não dará conta. Não haverá leitos para pacientes graves com corona e para outros quadros”, afirmou ela.

“Entendam, não estou fazendo alarde, nem invadindo seara alheia. Estou pedindo responsabilidade por parte de todos os cidadãos brasileiros, em especial das autoridades constituídas. Vamos adiar todo e qualquer evento coletivo que seja passível de ser adiado!”, completou.