“O padrão Globo de jornalismo é a família Marinho”, diz ministro da Educação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, comentou a reportagem da revista Época, que pertence ao grupo Globo, onde um jornalista se fingiu de cliente para, provavelmente, colher informações pessoais de Heloísa Bolsonaro, esposa do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República.

“Não batam em marionetes! Batam no ventríloquo! Época, valor, globo, CBN, g1, extra, etc. E não falta calhorda implorando por $. Quem viabiliza a imundice feita com a Heloísa Bolsonaro, com o menino Ivo e tantas outras vítimas do padrão globo de ‘jornalismo’ é a FAMÍLIA MARINHO!”, postou Weintraub em sua rede social.

Essa não é a primeira vez que Weintraub cita os proprietários da rede Globo (família Marinho) em suas postagens. O ministro defende que a população precisa expor os nomes por trás dos grandes veículos de comunicação, ao invés de criticar meramente a empresa.

“Abjeta e vil a ‘reportagem’ da globo/marinho contra Heloísa Bolsonaro. Vasculham as vidas e perseguem nossas esposas e crianças! Não encontraram NADA, porém, assustam nossas famílias. COVARDES! Será essa a essência da família marinho ou a falta de caráter é restrita às empresas?”, questionou o ministro em outra publicação.