Mourão lamenta por Bebianno: “A política nos afasta, mas não apaga o bom combate”

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, usou suas redes sociais para lamentar a morte precoce do ex-ministro do governo Bolsonaro, Augusto Bebianno, falecido nesta madrugada após um infarto fulminante.

Mourão lembrou o trabalho de Bebianno como coordenador da campanha do então candidato à presidência, Jair Bolsonaro, destacando o seu papel. “Transmito meus pêsames à família de Gustavo Bebianno, que esteve conosco desde os primeiros momentos da campanha vitoriosa de Jair Bolsonaro”, escreveu.

“Eventualmente, a política nos afasta, mas não apaga jamais o bom combate que travamos juntos”, completou Mourão. Essa foi a única manifestação até o momento partindo de integrantes da presidência, já que Bolsonaro se mantém em silêncio sobre a morte do ex-ministro.

Seguidores de Mourão elogiaram a sua atitude e criticaram a não manifestação do presidente Bolsonaro até então. “Parabéns pela atitude digna, humana, para com quem ajudou e muito na campanha. Gratidão só sente quem tem humanidade”, afirmou uma internauta.

“Distinção, humanismo, compostura e decência. Parabéns ao Excelentíssimo Senhor V.P. da República por assim se portar”, destacou outro seguidor.