Mourão diz que Mandetta “cruzou a linha da bola” por falar o que não deveria

O vice-presidente Hamilton Mourão concedeu uma entrevista ao Estadão na manhã desta terça-feira, 14, onde falou sobre algumas declarações do ministro da saúde, Henrique Mandetta.

O general disse que Mandetta “cruzou a linha da bola. Não precisava ter dito determinadas coisas”, provavelmente se referindo à última entrevista do ministro, transmitida pelo Fantástico, da rede Globo.

Mourão também defendeu que as discordâncias entre Mandetta e Bolsonaro precisam ser resolvidas “intramuros” e não abertamente, por declarações que terminam servindo como polêmicas.

Mourão destacou também que os ministros escolhidos por Bolsonaro “ficam até que perdem a confiança do presidente. Existe muito tititi, mas julgo que o presidente não deve mudar ministro nesse momento”, disse ele.

“Cabe uma conversa ali, chamar ele e dizer para eles acertarem a passada, para que as coisas sejam discutidas intramuros e não via imprensa”, completou.