Máscara “CorruPTvírus” é usada por manifestantes durante ato de apoio a Bolsonaro

Os atos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro também carregam uma pitada de bom humor, mesmo quando se trata do risco real de contrair o novo coronavírus. Pensando nisso, mas de modo sarcástico, manifestantes criaram a máscara “CorruPTvírus” em alusão ao Partido dos Trabalhadores, sigla do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção.

Imagens de manifestantes pró-Bolsonaro utilizando a máscara sarcástica contra o PT circulam nas redes sociais. O presidente ainda não repercutiu a cena cômica, mas vem fazendo a divulgação do ato em apoio a sua gestão em diversos municípios do país, entre eles São Paulo, Brasília, Alagoas, Rio de Janeiro, Paraíba e Belo Horizonte.

Em alguns locais os manifestantes optaram por fazer o protesto em seus veículos. Carros, motos e até embarcações foram utilizados para esse fim. 

Críticas dos “jornalistas”

O ato de apoio ao presidente Bolsonaro também vem despertando a crítica de muitos jornalistas da grande mídia. Como era de se esperar, muitos estão tentando culpar o presidente pela iniciativa do ato, uma vez que o mesmo vem divulgando imagens dos protestos em suas redes sociais.

“Presidente tuíta foto com aglomeração de pessoas e uma faixa ‘Fora Maia, SOS Forças Armadas’. Presidente incentiva aglomeração com risco de saúde pública e incitação ao fechamento do Congresso e golpe militar. Tem também um cartaz do seu partido em formação. Rasgou a fantasia”, criticou a jornalista Vera Magalhães.

Legalmente, no entanto, não há nada que impeça o presidente da República divulgar manifestações populares pelo Brasil, desde que ocorram de modo legal e espontâneo. A mera repercussão do que acontece pelo país é nada mais do que um direito legítimo do presidente, não apenas como cidadão, mas também como chefe de Estado. Veja imagens: