Maia cede e já admite acerto do governo Bolsonaro: “Vai tirar o Brasil da crise”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta segunda-feira (9) que o governo tem acertado na agenda de reformas como a da Previdência para tirar o Brasil da crise.

Segundo Maia, somente a recuperação econômica vai permitir a retomada do emprego e de melhorias na área social. Ele citou a reforma da Previdência, aprovada na gestão atual, como um exemplo de sucesso para reduzir desigualdades.

Apontado como um opositor por aliados do Planalto no início do ano por ter feito críticas ao presidente Jair Bolsonaro, Rodrigo Maia agora afirma que a agenda econômica do governo tem contribuído para controlar o crescimento da rejeição ao presidente.

“É bom para ele [Bolsonaro] compreender que essa é a agenda que vai tirar o Brasil da crise. Ninguém quer que o governo dê errado, queremos que o governo dê certo, independentemente de estarmos ou não no governo”, afirmou Maia.

Apoiadores do governo também criticam Rodrigo Maia por ser um dos principais articuladores do chamado “central”, o qual reúne uma série de partidos que procuram se afastar da ideia de polarização política. Questionado sobre as propostas desse grupo, o parlamentar rechaçou a intenção meramente eleitoreira.

“É um movimento para mostrar nossas ideias de como ajudar o Brasil. Depois, cada partido cuida do seu projeto partidário na eleição seguinte, nosso projeto não é eleitoral”, disse o presidente da Câmara, segundo informações da Câmara.