Indicado por Bolsonaro, Kassio promete “valorizar a vida, a família e os valores”

A sabatina com o desembargador Kassio Marques Nunes, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF), criou a oportunidade para que o mesmo revelasse o seu ponto de vista sobre questões consideradas de máxima importância para os apoiadores do governo.

Sobre o aborto, por exemplo, Kassio Nunes rebateu algumas críticas sobre a sua dissertação de mestrado, afirmando que não opinou sobre o assunto, mas fez apenas uma exposição acerca de como o tema é tratado em algumas culturas/doutrinas.

“A palavra ‘aborto’ aparece duas vezes na minha dissertação, que não trata sobre aborto. Cito como exemplo de doutrinas, sobre autores ativistas. Em nenhum momento estou opinando sobre isso”, declarou o indicado.

Mas, o ponto alto no discurso de Kassio na sabatina foi a sua defesa da “vida” e da “família”, bem como dos “valores dos brasileiros”. Ele afirmou: “Do meu lado pessoal, eu sou um defensor do direito à vida e tenho razões pessoais para isso.”

Em outras palavras, Kassio Nunes deu a entender que é contra o aborto, muito embora isso não tenha sido dito de forma explícita. Em outro momento, porém, ele se comprometeu em “valorizar a vida, a família e os valores morais e cívicos brasileiros”, segundo informações do portal Gospel Mais.

Na prática, se o que Kassio Nunes considera valorização da “vida” e da “família” for o mesmo que os conservadores entendem, isto significa que o presidente Bolsonaro acertou em sua indicação, ainda que duvidosa num primeiro momento. O tempo irá dizer!

Kassio agrada ao falar contra o ativismo judicial e defender separação dos Poderes