Heleno rebate Barroso e fala em “tentativa de derrubar o presidente”

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, respondeu à declaração feita pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso, ao acusar o presidente Jair Bolsonaro de defender a “ditadura” e a “tortura”, compactuando ainda com supostos ataques à democracia.

A fala de Barroso repercutiu como algo de extrema gravidade, visto que o mesmo fez uma acusação direta contra o chefe do Executivo. Para Heleno, no entanto, o governo não vai “encarar como provocação”.

“A gente lamenta uma declaração e não vamos encarar como provocação. A ideia é manter harmonia entre os poderes. Mas não adianta uma parte do país querer derrubar o presidente”, afirmou o GSI em entrevista à rádio Bandeirantes.

Para Heleno, existe uma tentativa de alguns setores de querer derrubar o presidente da República, dando a entender que declarações como as de Barroso estariam agindo neste sentido.

“O presidente foi eleito de forma limpa. Qualquer tentativa de desilustrar essa eleição é tentativa de derrubar o presidente. É uma pretensão descabida. Tirem isso da cabeça”, completou Heleno, segundo o Bol.

VÍDEO: Fiuza chama Barroso de “palhaço” e “mentiroso” por acusações contra Bolsonaro