Frota pedirá o impeachment de Bolsonaro após reunião de Maia, Toffoli e Alcolumbre

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) está obstinado em querer o impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Ele declarou nesta segunda que vai protocolar este pedido na terça-feira, 17, junto ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

“Processo impeachment de Bolsonaro está pronto e será entregue ao Rodrigo Maia amanhã dia 17. Aliás 17 é um número que conhecemos bem. Juridicamente posso adiantar a peça é irretocável”, escreveu o parlamentar em sua rede social.

Já no domingo de manifestações pró-governo Frota havia criticado o presidente, inclusive utilizando termos ofensivos contra a maior autoridade do país. “Neste domingo, a máscara de Bolsonaro caiu de vez após as manifestações golpistas fracassadas. […] Prestem atenção, Maia e Alcolumbre: não caiam no jogo desse psicopata. É um ardil vagabundo. Parece até coisa de bandidinho barato”, afirmou.

A entrega do pedido de impeachment de Bolsonaro deverá ocorrer poucas horas após um encontro marcado para a tarde de hoje entre o presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal. A iniciativa partiu do próprio ministro do STF e tem como objetivo, supostamente, discutir ações contra o avanço do coronavírus.

Segundo informações de O Antagonista, o presidente Jair Bolsonaro também foi convidado para a reunião, mas não confirmou presença, pois estaria em uma reunião com a sua equipe econômica discutindo estratégias para o enfrentamento da pandemia global.