Esquerdistas invadem manifestação e pisam na bandeira do Brasil contra Bolsonaro

O último domingo foi marcado por manifestações nas ruas do Brasil. Movimentos como o Vem Pra Rua (VPR) e o Brasil Livre fizeram atos em favor da prisão após condenação em 2ª instância, mas também tiveram que lidar com cenas lamentáveis promovidas por duas esquerdistas.

Na Avenida Boa Viagem, Zona Sul do Recife/PE, duas jovens vestidas de vermelho, aparentemente para provocar os manifestantes de direita que tradicionalmente vestem às cores do Brasil, invadiram a manifestação que ocorria na parte da tarde e pisaram a bandeira Nacional enquanto se beijavam. 

Às duas militantes foram identificadas como Izabela Oliveira, de 20 anos, e Ariel Cunha (22). Elas disseram que o ato de desrespeito ao símbolo nacional foi um protesto contra o governo Bolsonaro, classificado por elas como “preconceituoso”.

Ao se referirem aos manifestantes pró-Governo, elas disseram que “quando eles viram uma opinião diferente, só porque a gente está vestida de vermelho, vieram para cima. Nós nos beijamos pois somos um casal e isso é normal. Por isso eles começaram a ter atos agressivos contra a gente”, relatou Izabela, segundo informações do Portal de Prefeitura.

Coordenador do Vem Pra Rua em Pernambuco comentou o episódio, destacando que algo semelhante nunca havia acontecido durante as manifestações do seu movimento, e que o ato de hostilidade à Bandeira Nacional é feito por “pessoas que defendem bandidos”.

“Esse pessoal só quer aparecer, são pessoas que defendem bandidos”, disse Marconi. “Essa é a primeira vez em cinco anos que temos um episódio desse tipo. São duas pessoas inescrupulosas que visavam, única e exclusivamente, manchar o nosso ato. Elas pisaram na bandeira do Brasil e merecem ser processadas pelo que fizeram.”.

Assista abaixo: