Deputado: “Gilmar Mendes não profere decisões judiciais. Profere decisões políticas”

O ministro Gilmar Mendes entrou na mira de mais um deputado federa, dessa vez o Cabo Junio Amaral (PSL-MG), que disparou várias críticas contra o magistrado durante uma entrevista para o programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan.

Para o parlamentar, a ração de Gilmar Mendes à decisão de Kassio Nunes, também do STF, ao liberar a realização de cultos e missas durante a pandemia, indica que o mesmo não atua pautado pela Constituição Federal, mas sim por interesses políticos.

“O ministro Gilmar Mendes não profere decisões judiciais. Profere decisões políticas, estritamente, políticas”, disparou o parlamentar, acusando ainda o ministro de agir em favor da candidatura de Lula em 2022.

“Ele (Gilmar Mendes) está empenhado apenas em tornar Lula elegível, em defender o advogado (Cristiano Zanin Martins) do maior criminoso da história deste país”, completou Cabo Junior. “O Gilmar Mendes é uma vergonha para o Judiciário brasileiro”. Assista: