Deputado do PT propõe a criação do “auxílio emergencial do carnaval”

Durante toda a pandemia do novo coronavírus, uma das principais medidas tomadas pelo Governo Federal foi a do auxílio emergencial, o qual foi muito além do prazo estabelecido inicialmente de apenas três parcelas, se estendendo até dezembro desse ano.

Apesar de boa parte das atividades comerciais já ter sido retomada, alguns políticos acreditam que é preciso prolongar ainda mais o auxílio emergencial para a população, como defende o deputado estadual do PT e ex-prefeito de Recife, João Paulo.

“Enviamos proposta ao Governo de Pernambuco para criação do auxílio emergencial do carnaval. Centenas de pessoas dependem da festa para viver. Ao mesmo tempo, fizemos proposição para @AlepeOficial de remanejamento de 50% do valor das emendas parlamentares para subsidiar o auxílio”, afirmou o parlamentar em sua conta no Twitter.

O auxílio emergencial promovido pelo governo federal é considerado por muitos o maior programa do mundo de distribuição de renda durante o período de pandemia, o que exigiu dos cofres públicos o investimento de R$ 321,8 bilhões. Apesar disso, o petista João Paulo culpa o presidente Jair Bolsonaro pelo fim da medida em dezembro, como se a mesma não gerasse consequências econômicas ao país em caso de falta de recursos.

“Teremos três resultados com essas ações: a preservação da vida, a garantia da sobrevivência de artistas e agentes culturais que vivem do carnaval e a injeção de recursos na economia local em tempos de crise, agravada com o fim do auxílio emergencial pelo Governo Bolsonaro”, afirmou o petista. Veja também:

Geração Paulo Freire: exposição o “Cu é Lindo” na UFBA explica o resultado no Pisa