Com imagem desgastada, Witzel já tenta marcar encontro com Bolsonaro em Brasília

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), que está cumprindo agenda em Brasília, encaminhou dois ofícios para tentar viabilizar uma audiência com o presidente Jair Bolsonaro, informou o jornal Correio Braziliense nesta terça-feira (26).

Witzel enviou pedido de encontro ao gabinete da Presidência e também ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Segundo o editorial, o motivo da reunião seria tratar de assuntos relacionados ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) e questões envolvendo saúde e segurança.

A realidade, porém, sugere que a intenção de Wilson Witzel é tentar recuperar o apoio dos eleitores que se decepcionaram com ele por causa da suposta colaboração no vazamento de informações do caso Marielle Franco, a qual serviu de base para a matéria do Jornal Nacional que envolveu o nome do presidente Bolsonaro.

Apesar de não haver confirmação da participação de Witzel no vazamento, o próprio Bolsonaro sugeriu o seu envolvimento no caso, o que foi suficiente para desgastar a imagem do governador.

Outro fator que reforça a negatividade contra Witzel é o seu desejo manifesto reiteradamente de ser o futuro presidente da República, uma espécie de “megalomania” velada que tem feito o governador protagonizar cenas bizarras nos últimos meses.

O possível encontro com Bolsonaro, portanto, deve ter como maior objetivo passar para o público a ideia de cooperatividade entre os dois, algo que para o presidente não faz a menor diferença no atual momento, mas seria um grande benefício para a imagem desgastada de Witzel.