Candidata diz que foi ignorada em debate e reclamação vai parar em mídia dos EUA

O primeiro debate entre os candidatos para a Prefeitura de Curitiba, ocorrido na última quinta-feira (01), repercutiu até mesmo em uma mídia com sede nos Estados Unidos, após a psicóloga Marisa Lobo fazer uma queixa ao vivo, após a programação, afirmando que foi ignorada pelos demais adversários.

A revista Revival, voltada para o público brasileiro residente em Nova York, destacou o fato de Marisa Lobo ser, aparentemente, a única “bolsonarista” na disputa pela Prefeitura em Curitiba, o que para a própria psicóloga pode ter sido o motivo pelo qual ela pareceu ignorada pelos demais candidatos.

“Queria fazer um protesto por ter sido ignorada neste debate. Talvez por ser conservadora, apoiadora do presidente Bolsonaro desde 2011. Queria falar do nosso plano de governo, infelizmente não deu tempo. É o maior plano conservador da história”, disse Marisa em suas considerações finais, segundo o Paraná Portal.

A Revival, por sua vez, repercutiu a declaração de Marisa, confirmando a sua impressão: “O que mais chamou a atenção em todo o debate foi a forma com que os candidatos ignoraram a presença e a participação da candidata, assumidamente conservadora”, diz a revista online.

Marisa demonstrou ter ficado indignada até mesmo pela falta de cortesia entre os candidatos durante o debate. “Nem ao menos me cumprimentaram… Eles se cumprimentaram entre eles, os homens… no debate não me perguntaram nada. Fui totalmente ignorada”, afirmou a psicóloga, segundo a revista.

Brasileira, psicóloga perseguida por Conselho será destaque em TV da Dinamarca