“Boto no pau de arara o ministro” que for pego em corrupção, diz Jair Bolsonaro

Em um discurso a uma plateia de prefeitos, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (12) que colocará em um “pau de arara” o integrante de sua equipe ministerial que se envolver em episódios de corrupção durante o seu mandato.

Na cerimônia de anúncio de crédito para a execução de obras estaduais, ele reconheceu, no entanto, que é possível que irregularidades sejam cometidas no governo federal sem que ele tenha conhecimento, mas ressaltou que episódios descobertos não serão admitidos.

“Se aparecer [corrupção], boto no pau de arara o ministro. Se ele tiver responsabilidade, obviamente. Porque, às vezes, lá na ponta da linha, está um assessor fazendo besteira sem a gente saber. Não é isso? É obrigação nossa, é dever”, disse.

Bolsonaro argumentou que a sua postura rigorosa em favor do combate à corrupção atende às expectativas do público que lhe elegeu presidente. “Eu creio que muitos votaram em mim porque eu era o diferente entre os candidatos presidenciais”, disse ele, com informações da Filha de S. Paulo.