Bolsonaro vai às lágrimas ao relembrar facada durante homenagem: “É a mão de Deus”

O presidente Jair Bolsonaro participou na última terça-feira (01) de uma homenagem ao músico paraibano Pinto do Acordeon no Palácio do Planalto, onde foi transmitido um vídeo de 2018, época da sua campanha presidencial, fazendo o chefe do Executivo ir às lágrimas ao relembrar a facada que sofreu em Juiz de Fora (MG).

“Aconteceu uma passagem esquisita [a facada]. Eu acho que essa investigação poderia ter chegado ao fim se eu tivesse escolhido melhor um ministro meu que, lamentavelmente, não se comportou como a população esperava dele (…)”, disse o presidente, insinuando se referir ao ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Chorando, o presidente lembrou que durante o período em que ficou internado para tratar da facada em seu abdome, pensou na filha caçula, a Laura.

“Eu vejo a filha do Mario Frias, 9 anos, a idade da minha filha. E eu sempre pedi a Deus, enquanto tava no hospital, para não deixá-la órfã (…) Aconteceu e vencemos a eleição. No meu entender, não existe outra explicação: É a mão de Deus”, destacou Bolsonaro. Assista: