Bolsonaro deve sair do PSL e fundar novo partido com o nome “Aliança pelo Brasil”

O desejo de muitos apoiadores do governo pode estar perto dese concretizar. Isso porque, como muitos já sabiam, o presidente Jair Bolsonaro discute a sua saída do PSL considerando a possibilidade de criar um novo partido. A novidade é que a futura legenda já tem nome: “Aliança pelo Brasil”. 

O único entrave à criação da nova legenda é o reconhecimento de assinaturas digitais, que precisam ser quase 500 mil em nove estados diferentes. Para os aliados do presidente, no entanto, esse não é um problema, pois bastaria “um twitter” de Bolsonaro para reunir esse número.

Se o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) reconhecer as assinaturas, o partido, que irá abrigar Bolsonaro e os filhos, conseguirá recolher as assinaturas necessárias para ser criado até março de 2020, o que o possibilitaria de disputar as Eleições municipais do ano que vem. 

Uma reunião nesta terça-feira (12) às 16h no Palácio do Planalto deve selar o destino partidário do presidente Jair Bolsonaro. Ele pode, portanto, anunciar a saída do PSL já amanhã, a depender da reunião.

Participam da reunião todos os deputados eleitos pelo partido, exceto os que estão rompidos com o presidente como Joice Hasselmann (SP) e o presidente da legenda, Luciano Bivar (PE). Com informações: R7