Bolsonaro defende a liberdade e fala em vetar o PL das fake news: “Não vai vingar”

O PL das fake news, como ficou conhecido o Projeto de Lei 2.630/2020, foi aprovado no Senado Federal por 44 votos a 32, mas ele ainda terá um longo caminho a percorrer até se tornar Lei, de fato, e nesse percurso estão a Câmara dos Deputados e o presidente Jair Bolsonaro.

A Câmara também terá que dizer se aprova ou não o “PL da censura”, outro apelido pelo qual ficou conhecido o projeto, mas o presidente Jair Bolsonaro já fez questão de adiantar qual deverá ser a sua posição caso o texto passe na casa.

“Acho que na Câmara vai ser difícil de ser aprovado. Se for, cabe a nós a possibilidade do veto. Acho que não vai vingar esse projeto”, disse Bolsonaro a apoiadores ao deixar o Palácio da Alvorada nesta quarta-feira (01).

Bolsonaro criticou o fato de alguns desejarem censurar, aparentemente, críticas dos adversários sob a pecha de “fake news”, citando a si mesmo como exemplo.

“Tem que ter liberdade. Ninguém mais do que eu é criticado na internet. Eu nunca reclamei. No meu Facebook, quando o cara faz baixaria, eu bloqueio. Direito meu”, afirmou o presidente.