Bolsonaro chama Doria de “governadorzinho” e “santo da calça apertada”

O presidente Jair Bolsonaro criticou o governador de São Paulo, João Doria, após o tucano afirmar que a CoronaVac, ou “vacina chinesa”, poderá ser aplicada no Brasil mesmo sem a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Durante uma entrevista para o portal Metrópoles, Doria disse que “existe diferença entre validar uma vacina fora do país e autorizar sua aplicação em território nacional”, alegando que se a CoronaVac for validade por órgãos sanitários de outros países, ela poderá ser usada no Brasil, independentemente da autorização da Anvisa.

A própria Anvisa já rebateu a declaração do tucano na quinta-feira, reiterando que mesmo que a vacina chinesa seja validada em outros países, o órgão nacional terá que certificar que ela não oferece risco aos brasileiros. Bolsonaro, por sua vez, sem citar diretamente Doria, criticou o governador indiretamente:

“A Anvisa é independente. Não adianta um governadorzinho aí, que nós sabemos quem é, ficar criticando. É muito interesse um governador querer salvar vidas. Fico até preocupado. Acho que se ele morrer hoje vai para o céu, porque é um santo, um santo da calça apertada”, disparou o presidente, segundo O Globo.