Bolsonaro aparece de máscara e pede o adiamento das manifestações do dia 15

Conforme o noticiado horas atrás, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sugeriu em sua live semanal nesta quinta-feira que os movimentos de rua suspendam as manifestações marcadas para o próximo domingo, dia 15 de março.

O presidente apareceu ao lado do ministro da Saúde utilizando uma máscara de proteção respiratória, assim como a sua intérprete, o que chamou atenção dos internautas. Na ocasião, o presidente alertou sobre a disseminação do coronavírus e explicou que seria mais prudente evitar aglomerações no atual contexto.

“O que nós devemos fazer agora é evitar que haja uma explosão de pessoas infectadas, porque os hospitais não dariam vazão para atender todo mundo. Se o governo não tomar nenhuma providência, depois não dá mais e o sistema não suporta”, disse o presidente ao lado de Henrique Mandetta – também de máscara.

Bolsonaro explicou que os apoiadores estão divididos quanto a realização da manifestação, mas reforçou o pedido para que ela seja adiada. Um pronunciamento oficial também deverá ser feito nos próximos minutos.