Bolsonaro: “A lei tem que ser feita para atender as maiorias, e não as minorias”

O presidente Jair Bolsonaro esteve na igreja Assembleia de Deus em Manaus (AM) na última terça-feira (26), onde participou de um culto de gratidão a Deus por sua vida. O evento ocorreu no Centro de Convenções Canaã, localizado na Avenida Rodrigo Otávio, bairro Japiim, Zona Sul de Manaus.

Na ocasião, Bolsonaro voltou a dizer que a sua eleição só foi possível por intervenção divida, visto que não contou com o apoio de grandes recursos, diferentemente de outros partidos. “Deus tem propósito para cada um de nós”, declarou o presidente.

“Eu jamais pensei chegar onde cheguei. Tudo sendo feito contra minha pessoa. Sem dinheiro, sem fundo partidário. Aliás tinham duas coisas a favor de mim: Deus e o povo a nosso lado”, destacou Bolsonaro.

O presidente também confirmou que indicará para uma das vagas no Supremo Tribunal Federal (STF) um ministro evangélico, e ressaltou a importância na produção de leis que beneficiem a maioria da população e não às minorias.

“A lei tem que ser feita para atender as maiorias, e não as minorias”, disse Bolsonaro. “O povo, a maioria, é que deve conduzir o futuro da nação. Confesso que fiquei com muito medo quando me elegi presidente da República. Não foi aquele ato (do atentado a facada) que me elegeu. Deus tem um propósito para cada um de nós. Cheguei calcado numa passagem bíblica: ‘Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará’. Vencemos usando essa passagem”.